Mudrá

Na necessidade de se comunicar, não havendo ainda a palavra escrita nem falada, começaram a fazer gestos com as mãos. Alguns imitavam o bater da asa das gaivotas, outros uma outra ave ou animal, outros objetos inanimados.. Alguns tinham simbologogia,outros magnetísmo, outros eram reflexológicos, ou um conjunto de tudo isto. Estes gestos sinuosos e de uma beleza ímpar, mais tarde foram catálogados e passaram a receber o nome de mudrá.
Mudrá são gestos feito com as mãos e são considerados reflexológicos por desencadear uma sucessão de estados de consciência e mesmo de estados fisiológicos associados ao primeiro. De acordo com o Yôga pré-clássico, o mais autêntico de todos, única e exclusivamente com as mãos!
A palavra mudrá deve sempre ser pronunciada com a tônico. Seu significado literal é gesto, senha ou selo.Provém da raíz mud,alegrar-se,gostar.
Mudrá tem uma origem ancestral na tradição tântrica. Como afirma Shivanánda, a presença de mudrá, pújá e mantra, caracteriza herança dos Tantras.
Os mudrás atuam por associação neurológica e por condicionamente reflexológico.
Dentro do Yôga, mudrá é a parte que estuda e aplica os efeitos dis gestos sobre o psiquismo e, por consequência, sobre o corpo físicos.
O Homem só se distanciou do resto dos animais, dominou a Natureza, adiquiriu tecnologia, criou a arte, constitui a civilização porque tinha mãos.E nelas, um polegar oponente. Não foi graças ao cérebro.
As mãos e os dedos, são além de ferramentas da edificação cultural, meios eficazes de comunicação com os indivíduos.
Desde que fotos Kirlian tornaram-se populares, é impossível negar que das mãos e dedos partam fachos de energia fotografável.
O número total de mudrás é incerto, uma vez que, dependendo da região, da época e da Escola, os mudrás têm nomes diferentes e até mesmo dois ou três nomes para o mesmo mudrá, dependendo apenas da maneira como ele é executado.
Os mudrás do hinduísmo são originários da antiga tradição tântrica.
Os mudrás são divididos em duas categorias: samyukta hasta(com as duas mãos) e asamyukta hasta(com uma só mão).
Os mais conhecidos dos mudrás são:
Shiva mudrá, jñána mudrá, átman mudrá, prônam mudrá e trimurti mudrá.

Na necessidade de se comunicar, não havendo ainda a palavra escrita nem falada, começaram a fazer gestos com as mãos. Alguns
imitavam o bater da asa das gaivotas, outros uma outra ave ou animal, outros objetos inanimados.. Alguns tinham simbologogia,
outros magnetísmo, outros eram reflexológicos, ou um conjunto de tudo isto. Estes gestos sinuosos e de uma beleza ímpar, mais tarde
foram catálogados e passaram a receber o nome de mudrá.Mudrá são gestos feito com as mãos e são considerados reflexológicos por desencadear uma sucessão de estados de consciência e mesmo de estados fisiológicos associados ao primeiro. De acordo com o Yôga pré-clássico, o mais autêntico de
todos, única e exclusivamente com as mãos!
A palavra mudrá deve sempre ser pronunciada com a tônico. Seu significado literal é gesto, senha ou selo.Provém da raíz mud, alegrar-se,gostar.Mudrá tem uma origem ancestral na tradição tântrica. Como afirma Shivanánda, a presença de mudrá, pújá e mantra, caracteriza herança dos Tantras. Os mudrás atuam por associação neurológica e por condicionamente reflexológico. Dentro do Yôga, mudrá é a parte que estuda e aplica os efeitos dis gestos sobre o psiquismo e, por consequência, sobre o corpo físicos.
O Homem só se distanciou do resto dos animais, dominou a Natureza, adiquiriu tecnologia, criou a arte, constitui a civilização porque tinha mãos.E nelas, um polegar oponente. Não foi graças ao cérebro. As mãos e os dedos, são além de ferramentas da edificação cultural, meios eficazes de comunicação com os indivíduos. Desde que fotos Kirlian tornaram-se populares, é impossível negar que das mãos e dedos partam fachos de energia fotografável.
O número total de mudrás é incerto, uma vez que, dependendo da região, da época e da Escola, os mudrás têm nomes diferentes e até mesmo dois ou três nomes para o mesmo mudrá, dependendo apenas da maneira como ele é executado. Os mudrás do hinduísmo são originários da antiga tradição tântrica.Os mudrás são divididos em duas categorias: samyukta hasta(com as duas mãos) e asamyukta hasta(com uma só mão).Os mais conhecidos dos mudrás são:Shiva mudrá, jñána mudrá, átman mudrá, prônam mudrá e trimurti mudrá.

Fonte: conhecimentos adquiridos em mais de 28 anos de prática no Método DeRose e livro Faça Yôga Antes Que Você Precise- DeRose.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: