A Língua do Dia-a-dia

Zero reais

 

Na propaganda televisiva de um cartão de crédito, cujo ápice é a frase não tem preço, o locutor diz várias vezes zero reais. É assim mesmo que se estabelece a concordância? Reais? A resposta é não, já que o numeral zero não representa pluralidade de elementos, e sim a total ausência de quantidade e corresponde a um conjunto vazio. Se não há pluralidade, toda concordância com esse termo da oração deve ser realizada no singular. Veja alguns exemplos:

Fez zero grau essa madrugada.

À zero hora de algum domingo de fevereiro, o horário de verão se encerrará. (O dicionário Aurélio registra zero-hora, com hífen; Os dicionários Houaiss e Michaelis e o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, não.)

Paguei dez reais neste brinquedinho.

É importante que o estudante saiba que essa concordância se mantém quando houver numerais decimais, ou seja, em numerais em que haja a vírgula, a concordância se efetiva com o número que esteja antes da vírgula. Veja alguns exemplos:

0,5 mol, e não 0,5 moles.

0,8 quilômetro.

1,5 quilo.

2,1 metros.

5,1 quilos.

O locutor da propaganda não poderia, então, dizer Zero reais, e sim

 

Zero real           

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: